ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Ciberdúvidas... de férias

No mês ora entrado, a equipa que garante as atualizações diárias do Ciberdúvidas vai de férias. Regressamos a 1 de setembro – não deixando, sempre que isso assim o justificar, de aqui registar o que for acontecendo de informação, esclarecimento ou reflexão relevantes sobre a língua portuguesa.

É o caso do que fica desde hoje em linha:

— Na rubrica Pelourinho, damos conta de três exemplos da confusão no emprego das conjunções coordenativas e e ou, assinalados pelo jornalista Wilton Fonseca, em crónica publicada no jornal i. E, ainda, um novo apontamento do nosso colaborador Paulo J. S. Barata: «Um estrato (muito) mal extraído».

— Em O Nosso Idioma, nova crónica de Edno Pimentel sobre os usos do português de Angola: Aulas muito "vantagiosas"!

— Nas Controvérsias, transcrevemos do jornal Público um artigo da autoria de José Mário Costa: Não se fala... não existe.

— E na área especificamente à volta do Acordo Ortográfico, deixamos uma ligação para o n.º 2 da revista Forma de Vida, que organizou um simpósio subordinado ao título "Para que serve o Acordo Ortográfico?", com a participação de figuras dos meios académicos e literários de Portugal e do Brasil. 


Temas dos programas Língua de Todos (sexta-feira, 1/08, às 13h15* na RDP África; com repetição ao sábado, depois do noticiário das 9h00) e Páginas de Português (domingo, 3/08, às 17h00*, na Antena 2):

— As novas regras do hífen, depois do Acordo Ortográfico, no primeiro caso; e

— A evolução histórica do português, numa conversa (em repetição) com o linguista Ivo de Castro, no segundo caso.

 

* Hora oficial de Portugal continental, ficando disponível via Internet, nos endereços de ambos os programas.


Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 01/08/2014


Aberturas anteriores

Creative Commons License Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons
[Destaques]
Um erro (facilmente) evitável
«Todas as vezes em que...» vs. «todas as vezes que...»
A pronúncia de coulomb
«Pessoa que vai à boleia» novamente
Mambos da Língua (42.º episódio): cassule e caçula
Diferença entre corrigir e emendar
«Assim ele não "te gosta", não é?»
Ciberescola promove ensino e aprendizagem
do Português como Língua não Materna

Mostra todas as respostas

Ajuda

RSS

Facebook

Aplicação

Ciber Escola Ciber Cursos